Viaturas

A situação é comum, e creio que tenha acontecido com a maior parte dos motoristas que acompanham meus desatinos bloguísticos: ouve-se a sirene à distância, e, pelo retrovisor, você repara que os motoristas lá atrás estão desviando para a calçada, abrindo caminho para uma viatura, ou mais, com as luzes piscando.

Existem variações. A viatura pode vir lá da frente, pode não ter uma sirene ou ter escolhido não aciona-la, pode ser um carro oficial apenas. São variações que causam sensações semelhantes no mortal motorista, aquele que tem de se conformar com a sina de ficar numa fila de proporções bíblicas, daquelas que deixam a ida matinal ao trabalho com uma cara de fuga em direção àTerra Prometida.

Nestes momentos, com o carro parado, a mente começa a tecer dúvidas. “Será que este cara realmente está indo atender uma emergência, ou ele está apenas dando um jeito de furar esta fila onde o babaca aqui ficou?”

Fiquei pensando nisso hoje de manhã, quando uma viatura das Forças Especiais passou por mim, com sirenes e luzes, abrindo caminho. Eu havia visto a mesma viatura diante do posto da Polícia Rodoviária, não longe de casa, no princípio da minha via crucis diária. Um homem fardado estava diante dela, e concedia entrevista a uma equipe de televisão. Um pouco mais tarde, passava aperreado, abrindo caminho na fila da Costeira.

Meu lado Poliana ficou imaginando que surgiu uma emergência durante a entrevista, e que os guapos rapazes das Forças Especiais tiveram de seguir para juntar-se a outras equipes para desbaratar alguma ação criminosa de especial periculosidade à Sociedade. E eu quero acreditar que a Poliana está certa.

O problema é que, cada vez mais, vejo carros oficiais usando o mesmo artifício de abrir caminho junto a filas de engarrafamento. E são carros oficiais de qualquer autarquia ou divisão; parece que basta ter uma chapa branca, e todos devem sair da frente.

Este tipo de acontecimento mina qualquer confiança que o cidadão possa ter nas “otoridades”.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Mau Humor e marcado , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Viaturas

  1. natanhc disse:

    As autoridades hoje usam poder pra fins próprios; é assim desde os nossos policiais até os políticos. Eita Brasil…

    • gilvas disse:

      e se voc reclamar, vai ter de tratar com alguma variao de mgico de oz: no h como falar com quem manda, nunca.

  2. Isso vai acabar quando o governo fornecer (?!?)helicópteros para todas as autoridades. Ou colocar esses sujeitos (acima do peso, mormente) para pedalar bicicletas equipadas com sirene…

  3. Victor disse:

    Isso é a pós-modernidade. A perda das referências. Em quem confiar? Nem na mídia, nem na polícia, nem na própria Justiça (com letra maiúscula mesmo). Será que em Deus?

  4. Paty disse:

    É verdade… sempre vai ficar a dúvida no ar. O jeito é seguir uma viatura dessas… ou arrumar uma sirene dessas e colar em cima do carro e toda vez que o trânsito parar… usar esse método infalível… rs
    Beijo! Paty

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s