Ficção No. 17

Ela virou-se, disse um piscar para as moitas de cerca-viva do outro lado da calçada de ladrilhos irregulares, vagou pelo silêncio regulamentar de sua amiga.. “Como calha de ser alguém tão cheio em sua metade?” O banco nem parecia duro de tão rugoso. “Como pode comprar um naco desta vida que nunca se viu?”. A amiga boceja, não de má vontade, mas apenas de gosto de estar assim. Olha para o jornal aberto nos aníncios de empregos. “Não quero nenhum, tenho medo de voltar a uma mesa daquelas escuras, tampo de vidro”. Conta as xepas no chão, ergue os olhos, volta a contar, amanhã terá vontade de ir à Europa de novo. Ri como se fosse um garoto. Ela olha para a amiga, estranha que ela seja assim quando nada tem de certo na virada do dia cinco. Ou do dia trinta. A amiga envia cifras aos pombos, que nada entendem. Quando criança, aprendera inglês. Pensava que poderia falar com os cães, já que ninguém sabia falar inglês, parecia lógico que os cães falassem inglês, eles que nada falavam, o inglês que ninguém sabia. E nem cogitara os gatos, tão antipáticos que só lhes restava a estupidez e nunca o inglês. Ela sabia que a amiga era por dizer louca. Se não fosse ela, aquela tarde na praça seria uma tortura de coração vazio. Se, ao menos, não fosse tão fútil lamentar-se por nada dar certo. “Sabe, a casa da minha mãe? Aquela, lá em cima…” Apontou uma direção no vazio, no mesmo éter que formava, sem extrato, aquele instante. A amiga saiu rindo consigo mesma, após abraçá-la. Ela olhou o espaço desfocado ao redor dos passos da amiga. Seu coração adolescente de vinte e poucos anos. “Como estar tão vazio se está tão cheia de tudo?”.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Ficções e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ficção No. 17

  1. theopi disse:

    perfeito.

    nenhuma crítica é construtiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s