Confúcio

Confúcio

Estou lendo um livrinho sobre a doutrina de Confúcio, célebre sábio chinês, e chegando à conclusão de que acho bem mais interessante o seu contemporâneo Lao Tsé, que aparece em uma parte do livro, tendo um diálogo com Confúcio, o qual transcreverei em breve.

A doutrina tem um monte de respostas a questionamentos de discípulos, e variam do previsível ao exótico incompreensível, por aterem-se a artefatos daquela época, dificultando a identificação do leitor moderno ocidental que sou. Tipo: quando a roda da carroça emperrar, use graxa de iaque, e não cera de ouvido.

Entretanto, o que transparece e amofina é aquela velha pulga atrás da orelha: os problemas, hoje e naquela época, são simples de resolver, mas nos falta força de vontade; somos um planeta de molengas.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Oriente e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s