D.H. Lawrence: Mulheres Apaixonadas

Lawrence

Este é meu segundo livro do D.H. Lawrence; estou pela metade, e já dá para ver que nada deve mudar muito até o final. A percepção básica que eu tive foi a de que Lawrence estava em uma fase extremamente panfletária de sua produção, e empurrou todos os seus discursos para dentro de um roteiro simplório de romance boy meets girl, centrado em dois casais. Os rapazes são mancebos galantes de boa estirpe, e as moças são frutos privilegiados da classe média baixa de uma região mineira. Todos estão beirando os trinta anos, o que coloca os rapazes como livres e maduros, e as moças como, bem, solteironas. Este último aspecto remete ao outro livro do Lawrence que li, A Jovem Perdida, e eu fico torcendo para que ele saiba trabalhar com outro tipo de personagem feminina.

Os discursos, não raro, estão fora de contexto, e se acotovelam dentro das situações propostas pelo escritor. O furor de expor suas idéias leva Lawrence a criar lapsos temporais prejudiciais ao andamento da história. Perdas de ritmo já eram visíveis em A Jovem Perdida, mas o vigor da contraposição da inglesa tradicional com o mundo do vaudeville embalava a trama de modo irresistível. Aqui, não; os discursos de vários parágrafos desembocam em eventos cruciais que se encerram em duas linhas. A descrição pormenorizada dos sentimentos interiores das personagens não deixa o leitor adivinhar as personalidades, e quebra o impacto das percepções intuitivas que engrandecem o bom romance.

O mais chato, entretanto, é ter de aturar a mesma pergunta de sempre: “Ei, esse é o livro de onde tiraram a novela?”

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Literatura e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para D.H. Lawrence: Mulheres Apaixonadas

  1. Bina disse:

    Bah, eu lembro que eu li esse livro num momento de desespero em umas férias monótonas no Cassino.

    Sabe aquele livro que tu termina só porque tu começou? Eu acho que sou otimista por natureza porque pra terminar aquele suplício só mesmo achando que alguma coisa vai mudar no final 🙂

    beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s