Dois Livros

John Reed

Relatos de viagens nunca me atrairam muito, e Guerra nos Balcãs, de John Reed, pende fortemente para este tipo de “literatura”, que tenta justificar-se pelo mote “estive lá, posso escrever sobre aquilo” em lugar de “diabos, meu ímpeto escrevinhador me levaria a inventar qualquer coisa.” Minha bicha irlandesa predileta escreveu um belo tratado sobre a morte da ficção e do romance em A Decadência da Mentira, e ele devia estar antevendo o tédio impresso nos volumes dos ditos “romances jornalísticos”.

Este Guerra nos Balcãs não é ruim, na verdade. John Reed escreve muito bem, e suas descrições, sejam de roupas, de costumes ou de lugares, não deixam a desejar. Suas anedotas sobre povos diversos da região, com especial atenção aos russos, são reveladoras de naturezas exóticas, e permitem fruição prazerosa desde que o leitor não insista em exigir algo mais do que um compilado, uhm, jornalístico.

Sinceridade? O autor estava atrás de algumas batalhas da Primeira Guerra, mas, de algum modo misterioso, as batalhas não queriam nada com ele. Ou ele chegava atrasado, ou todo mundo tinha morrido de tifo, ou ainda estava morrendo, e ao nosso enviado restou a tarefa de descrever aquele canto peculiar do planeta azul. Hoje em dia, com a disponibilidade absurda de informação que temos, pode parecer batido. Caso o sentimento seja esse, repare na sensibilidade diferenciada de um observador ocidental na década de 1910. Se isso não funcionar, procure outro livro.

Eu devia ter ficado gravando...

E um comentário rápido sobre o manifesto de Vitor Ramil sobre a Estética do Frio. Sou um partidário dela desde que observei seus rascunhos de definição em Ramilonga, mas fiquei bem decepcionado com o volume que transcreve uma palestra em Genebra: oportunista e supérfluo, fica bem aquém da audição atenciosa de Ramilonga, onde o manifesto flui como evento, e não como elucubração.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Literatura e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Dois Livros

  1. sol disse:

    É, realmente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s