Ficção No. 29

Gunnar apressou dois ou mais passos, que não havia de contar jamais; esqueceu-se enquanto recolhia, sem olhar direito, a ave estirada ao chão. Adivinhou-a morta, de um relance; o céu estava baixo, de tarde que se consome, e Gunnar não viu outra ave daquelas que descobria ao expandir seus braços: grande, as penas quase brancas, não fosse um amarelado que lhe dava a dignidade da existência selvagem.

Voltou a abraçá-la quando Kalu aproximou-se, vindo de mais abaixo na colina, disposto a ser a figura dominadora de sempre, irritando Gunnar por suas limitações. “Foi uma seta”, o outro disse, e Gunnar apertou forte a ave contra o peito, fingindo não ver os fragmentos de madeira dísticos dos grupos nômades que migravam em direções semelhantes às dos dois.

“E por que a mataram para não carregá-la?”

“Porque não é bom levar uma dessas para casa.” E Gunnar teve a certeza de que Kalu mentia, não sabia que esta ali havia de ser a única, e ali residia uma força de crença, pois se Kalu tentava menosprezar a raridade de um ser ímpar, podia desconfiar do real. “Nem mesmo os ciganos, aquelas das roupas coloridas e dentes de ouro?” “Não, muito menos eles, que sabem.”

Caminharam por algumas horas, Gunnar apertando os lábios a cada passada, querendo perguntar, mas ainda com receio da resposta de Kalu, que seria apenas confirmação. Mas estava realmente cansado do suspense, e acabou deitando, com leveza, o corpo penado no chão. Enquanto levantava-se, Kalu sussurrou: “Porque não importa.”.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Ficções e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ficção No. 29

  1. Turnes disse:

    Vi um tempo branco, perturbado pelo sangue escorrendo da flechada. Mistério louco esse de crer pra depois desconfiar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s