A Vida Secreta dos Legumes

Agh!

Eu acho beringelas legumes muito simpáticos. Lembro de quando as tínhamos em nossa horta. Elas pendiam sobre a areia, e era uma beleza observar o contraste glorioso do roxo quase metalizado com a areia fosca que compunha o solo, tudo emoldurado por um Sol que era uma declaração de saúde, senão de pujança. Em alguns momentos, cheguei a pensar em polir algumas delas, mas me recolhi ao papel de observador distante de uma natureza que me extasiava.

Só não entendo porque diabos as pessoas invocam de comer beringelas. Ora, deixem-nas embelezando os quintais!

Ontem eu fui ao restaurante oriental do Angeloni Beira-Mar, e meus olhos pousaram sobre as vagens, que eu evitei; elas haviam sido bastante duras comigo no último encontro, e acabei me decidindo por uns troços muito parecidos com vagens, que encontrei logo ao lado. Muito parecidos, só que, em vez de um furo na interface cortado, este outro legume apresentava quatro ou cinco, e este escriba lançou-se à  aventura, colocando uma dúzia daqueles segmentos em seu prato.

Na mesa, que custou muito a ser encontrada no horário de rush, pus-me a devorar os sushis, partindo depois para o yakisoba, e estava pensando em fechar com a salada, como de praxe. Com o meu conjunto de hashi, catei o primeiro tubo verde, levei-o à  boca, e encontrei o horror.

Que coisa horrorosa! Um espetáculo de gosma irrompeu à  primeira mordida, e tive a percepção de que existe crueldade demais no universo da gastronomia.

Comi o restante dos brotos de trigo, com muito shoyu, rezando para aquela sensação detestável se dissipasse, e cheguei mesmo a pensar que teria de usar wasabi como dentrifício, expediente o qual felizmente não precisei executar; dois goles de suco de laranja, e o maldito quiabo já fazia parte apenas das minhas memórias das coisas que não são boas.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Gastronomia e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para A Vida Secreta dos Legumes

  1. Brian disse:

    Eu até gosto de Quiabo, feito em um guisado fica muito bom. Sozinho é um desastre. Realmente não é um legume de fama muito boa não. Está bem em par com o Jiló em termos de má fama.

  2. MM disse:

    Nunca comi quiabo…já tenho demônios demais a ingerir e gerir, não pretendo ter o demônio do quiabo argh…
    Valeu!

  3. UAUAUA. é isso que eu penso em relação à cebola. tipo, preciso me concentrar muito para esquecer aquele sensação de crec crec nojento! argeee!

  4. Turnes disse:

    Mude seu bordão: Ora, quiabos!

  5. Fabee disse:

    Quando eu morava em uma casa, eu queria uma horta de quiabo. Fiquei frustrada por me mudar para um apartamento, dificultou a criação da horta. Mas meu primeiro blog foi criado com o intuito de dizer ao mundo que eu queria uma horta de quiabo.
    🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s