Simone

desliga o som, moça.

Eu, incauto, fui convocado a comparecer em uma das células da produção aqui na empresa, para, alegadamente, resolver alguns problemas que tinha ocorrido lá. Tal não foi meu espanto ao me ver vítima de medonho engodo, sórdida armadilha que tragou a mim e a meus ouvidos, já não acostumados às vilanezas da programação popularesca das rádios FM. Antes que eu pudesse esboçar uma fuga salvadora, fui cercado pelas ondas sonoras que me comunicaram a voz de Simone, e sua inominável versão de The Blower’s Daughter, do rapaz conhecido como Damien Rice.

A música não foi ouvida até o final, e fui informado da autoria da “aversão” por um colega de serviço. Dado o rigor com que compilo as minhas referências, algum leitor poderia estranhar que eu aceitasse assim tão rápido um veredito sobre a questão.

Entretanto, a supracitada cantora possui precendentes aterrorizantes: um álbum de natal, alguns anos atrás. Ela não estava sozinha no assalto à minha paciência, afinal, eu já estava longe de rádios e televisões naquela época, e era apenas esporadicamente atingido pelos costumes musicais da patuléia.

O problema é que meu vizinho, o mesmo que possui várias gaiolas de passarinhos, ele comprou o CD junto com o seu novo aparelho de som. Portátil, para pode ser deixado bem perto do muro da divisa dos terrenos. Com um botão de repetição, que ele descobriu logo, tortura logo complementada pela descoberta da programação do aparelho, que lhe deu poderes para concentrar-se apenas nas versões mais doloridas ao ouvinte distraído.

Portanto, em minha cabeça, é mais do que plausível que seja Simone o carrasco que entoa, repetidamente, “não consigo parar de te olhar”, em um tom pseudo-emocionado, distante da epifania looser do original.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Mau Humor, Música e marcado , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Simone

  1. Ox disse:

    argh, quando vc falou em versão da simone eu logo lembrei do maldito álbum de natal! que pesadelo.
    e fica a pergunta: quem inventou os vizinhos!?!?!?!?!? meu, que sem noção! vizinho é vizinho em qualquer lugar, né!
    “…em tom pseudo-emocionado, distante da epifania looser do original” – ahuehuahuehau adorei isso!

  2. Clotilde disse:

    nem sabia disso…
    mas lembro que gostei do filme e da música.
    a Simone devia se juntar c/ o Caetano e regravar as músicas da Xuxa em hebraico, assim eles vão para os lados de lá e nos deixam em paz!
    Essa gente fica velha, não tem (sabe?) mais o que fazer e dá nisso!

  3. Geofas disse:

    Essa do quadro Botando aranhas pra brigar descreve bem o que rolou!!!hehhehee!!!

  4. Turnes disse:

    É a música do Closer né? A referida versão é de autoria daquela moça Zélia Duncan. Eu vi Simone e ela no faustão, cantando juntas no quadro “Botando as aranhas pra brigar”.

  5. desiree disse:

    por isso sempre invisto dinheiros em bons fones…

  6. Ian disse:

    Cara, cê sabe me dizer se o Denis tem blog?
    Abração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s