Nova Embalagem!

Sou uma daquelas pessoas que amam se enganar, e fingir que vivem em um mundo legal. Uma dessas pessoas que compram pasta de dente de própolis, e com testemunhos impressos de que o fabricante se envolve com causas ambientais. Vivo pensando que o mundo tem uma regulação automática. Obviamente não é uma mão invisível, pois presumo que minha privacidade seria mantida, como um dos requisitos do mundo ideal.

Todavia, tem dia em que fica difícil manter este nível de distanciamento crítico. Ontem eu tive um desses momentos em que a casca se rompe, e você fica cara a cara com aquela náusea que sente o protagonista do livro homônimo de Sartre.

Escovava os dentes avaliando os diversos métodos experimentais que me ocorrem, quando, leitor compulsivo, prestei atenção numa chamada do tubo de pasta de dente. Era uma dessas expressões dentro de um balão que emula uma descarga elétrica, do tipo que deveria chamar minha atenção, mas que, por razões um tanto óbvias, acaba por perder prioridade de leitura para as informações nutricionais, por exemplo.

O texto era “Nova Embalagem”. Em maiúsculas. Parei um pouco. Li de novo. Não. Não pode ser. Meu conceito de universo aceitável me diz que as empresas deveriam colocar chamadas sobre as embalagens apenas quando o produto é melhorado, ou expandido, ou barateado, ou produzido de forma mais responsável.

E o que eu vi? Um pequeno naco de absurdo me informando que eles aprimoraram a estratégia para me seduzir, para me fazer olhar aquém das verdadeiras qualidades do produto, ou de sua aplicabilidade em minha vida.

Ocorreu-me momentaneamente que havia uma razão, tinha de haver. O fabricante mudou as cores da embalagem, o formato do logotipo, a textura do plástico, o ângulo das nervuras na tampinha, e queria que você, consumidor alienado pela carga horária excessiva e pela pressão que a família lhe impõe, tivesse sua atenção dirigida a uma mudança, uma pequena semente de grandes transformações no seu universo.

Não. Improvável.

De volta ao mundo real, pensei em escrever um email para o fabricante, mas, vamos lá, eu realmente não acredito que ele seria mais do que motivo de chacota entre o pessoal de reclamações. Melhor terminar de escovar os dentes, escovar a língua, e não pensar mais nisso.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Filosofia de Boteco. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Nova Embalagem!

  1. Humberto disse:

    hahahahah, me descobriu!

    pois é, gilvan, estou de volta à vida de blogger, bastante animado. 😀

  2. Humberto disse:

    E quando eles mudam a embalagem para ficar igual do concorrente?

    tipo, na seção de chocolate em pó, todos se parecem e têm a mesma cor da embalagem do nescau… 😀

    mas eu prefiro aquele do Padre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s