Círculos

Um dos aspectos mais peculiares do aikidô é a diversidade de círculos que surgem em todas as técnicas que se puder imaginar. Tais círculos, desconfio, surgiram a partir das quinas que Morihei Ueshiba, o criador do aikidô, ia tomando de artes marciais mais antigas e martelando com sua percepção de que havia algo mais por baixo daqueles movimentos um tanto rudes.

O círculo surge amplo nas movimentações, talvez apenas arcos em movimentações básicas. A esquiva básica do aikidô, o tenkan, forma um arco, quase um meio círculo com o pé que fica por fora do movimento. A ponta da espada, quando corta o ar acima de nossas cabeças, indo em direção à frente do tanden, ela também descreve um arco de círculo semelhante.

A técnica do shinonague, ela tem um círculo escondido, um círculo que parece mais uma casca de um caracol. Muitos dos círculos do aikidô são assim, misturados com outros movimentos. As espirais são constantes, por exemplo. A finalização do ikyo poderia ser confundida com um ritual entre dervixes caso o nague não conduzisse o braço do uke ao chão pelo princípio da espiral.

Além do físico, entretanto, é que o círculo pode se mostrar de forma mais clara e explícita. Existe o óbvio sentido do círculo da cobra que morde a própria cauda, ourobouros; voltamos ao princípio, sempre, para reaprender. Como precogniza o ensinamento budista, devemos ter sempre uma mente de aprendiz.

O círculo metafórico é o que mais surge em minhas divagações. Lembro de uma campanha antiga de uma empresa de aviação em que ela se vendia como “a melhor distância entre dois pontos”, o que é uma expressão que bem ilustra o círculo de que falo. Muitas vezes o caminho entre nós e o que queremos está na visada, e poderia ser percorrido sobre uma reta. Ir direto ao ponto, em alguns momentos, pode não ser uma boa estratégia, sem falar nos obstáculos que podem se interpor nesta reta. Melhor é avaliar se a melhor abordagem não é circundar os obstáculos, chegando ao objetivo de forma mais serena e saudável.

Isto faz falta no trânsito. Cansei de ver pessoas querendo sair da calçada onde estavam estacionados, diante de alguma loja, e atravessar diretamente uma avenida para a mão contrária. Isto quando estavam a poucas dezenas de metros de uma rotatória onde poderiam fazer a conversão de mão sem nenhum sobressalto.

Sou tão aficcionado por círculos, que agora mesmo me ocorreu que seria muito divertido fazer alguns daqueles círculos que costumam ser creditados aos trens de pouso de naves espaciais. Por falta de uma plantação de trigo próxima, e por conta da chuva gelada lá fora, vou deixar quieto, e ir para a minha cama.

Em tempo: este texto foi escrito ontem de noite, mas os maravilhosos serviços da Globalwave são feitos de açúcar, e derretem frente a qualquer chuva.

***

Lembrei também de:

“Vivendo em círculos cincuncêntricos
Circos
Excêntricos
Palhaços, putas, prostitutas
Passam
Pelas ruas”

Do bom e velho Finis Africae.

***

A imagem lá de cima eu peguei emprestada daqui.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Filosofia de Boteco e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Círculos

  1. nanda disse:

    sabe que eu pensei a mesma coisa?
    comecei com os efeitos naturais do sono retrasado, mas nao deu certo.
    talvez a gripe e uma overdose de leite com mel me ajude a adentrar o mundo das esferas e espirais. mas ta dificil, viu?
    to precisando de um nerd de física a la The big bang theory!

  2. nanda disse:

    hmmmm… acrescento um link a tua divagaçao, mas me sinto incapaz de comentar sobre ele por enquanto.
    a teoria geral das esferas… tem a ver (humildemente) com meu projeto de mestrado.
    http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/gemelli/teoria-geral-da-lei-das-esferas-e-das-espirais.php

    • gilvas disse:

      acessei o texto, mas, após ligeira passada de olhos, reparei que não poderei me dedicar efetivamente a ele sem uma carga considerável de alucinógenos. em suma, lerei mais tarde, com mais calma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s