Losing My Cronenberg

Loosingdream

Noite passada sonhei que o Cronenberg era pai de uma amiga minha. Ele não era pai de alguma amiga em particular. Eu não sabia disso até visitá-la por ocasião de um encontro de amigos.

Ao chegar, algo estranho acontecia. Do outro lado da rua em frente à casa do Cronenberg, presenciei um carro sendo bloqueado, na saída de casa, por dois tratores em fila. De alguma forma, os dois tratoristas eram mortos, e ficavam sentados, cada um em seu trator, sangrando.

Adentrando a casa da minha amiga, soltei, dentro de minha cabeça, um “oh, é o Cronenberg”. Em seguida, passei a remontar uma caixa de madeira usada para guardar vinhos e apetrechos. Dentro da caixa há um mecanismo, preso sob a tampa, que executa um movimento de rearranjo das peças internas.

Sou bem sucedido na operação, e alguém cogita dizer ao Cronenberg que sou seu fã. Penso no ridículo que é pedir autógrafo e em como seria constrangedor. Uma vaca muge em algum lugar perto.

É o despertador no meu celular.

Acordo com a certeza de que só sonho, ou lembro de um sonho, quando durmo mal.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Bobagens e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s