Philip Roth: A Humilhação

rothhumiFindas as pouco mais de cem páginas de A Humilhação, eu me pergunto porque diabos Philip Roth a publicou. Tal qual seu contemporâneo estético Milan Kundera, Roth adentrou a idade avançada tornando seus volumes mais esparsos e seus títulos reduzidos.

Novelas curtas são válidas, sem dúvida, e muito bem vindas quando o leitor quer se envolver menos de uma semana com um dado autor, ou para curar a ressaca de algum romance épico. O que deprecia A Humilhação não é sua prosa, que vem à tona das letras nas páginas com a competência que se espera do homem que escreveu Pastoral Americana e A Marca Humana. O que incomoda neste volume é a repetição dos elementos de construção de outros de seus romances. Mais uma vez o protagonista é um homenzarrão, um titã um tanto ingênuo, um romântico rude de grandes realizações que, grande monumento em mármore, desaba indefeso numa praça diante de transeuntes que dele desvia, alguns relembrando seu nome apenas o suficiente para que a lembrança queime a pele agora absurdamente sensível deste Hércules moderno.

Se você ainda está comigo nesta parte do texto, devo ressaltar que não se trata de um livro ruim. Roth sabe dar prazer com suas palavras e com seu senso de ritmo e proporção nas frases, e entende o momento certo para sair dos devaneios particulares para os diálogos abertos. Seu Simon Axler desagua de forma coerente no oceano dos titãs anteriores de Roth, seguindo um ritual artisticamente válido. Tenho culpa de esperar mais de Roth? Talvez.

A Humilhação ainda teve um pequeno mérito não intencional. Mostrou-me qual deveria ser o livro seguinte na minha rotina de leituras, Longa Jornada Noite Adentro. Curiosamente, eu o tinha em minha prateleira de livro por ler, e já estou imaginando o Simon Axler de Roth interpretando o James Tyrone de Eugene O’Neill.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Literatura e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s