Alan Pauls: História do Pranto

prantopauls

As menos de cem páginas de História do Pranto entregam: não se trata de um romance ao pé da letra. Se houvesse uma recomendação de como efetuar sua leitura, seria de insuflá-lo de um fôlego, em respeito à espiral, que não se sabe ascendente ou descendente, que é a linha-mestra da narrativa tênue. O narrador onisciente trai a si mesmo seguidamente, e entremeia trechos que o distanciam do protagonista. O tempo presente e a idade do protagonista são moedas com as quais Heisenberg saberia de certo transigir: se sabemos o tempo, nos escapa a idade, e vice-versa. Ainda que não simetricamente. O universo infantil se transforma de um parágrafo muito longo ao outro, assumindo as peles da adolescência. A dúvida é um dos motores da prosa rica de detalhes e cheiros e sabores, um passeio pelas calças curtas de um ponto de vista abaixo, na linha das mesas e dos espaldares. Como uma mãe ciosa dos segredos que a cria ainda não precisa conhecer, Pauls entende como poucos de uma narrativa curiosa que entrega as mesmas palavras ao leitor e ao protagonista de modo que apenas um dos dois as compreenda. A Argentina está ali, pulsando por si e em consonância com seu vizinho Chile num momento de convulsão e terror, ambos esquecidos de cresce mais de uma usina de sonhos em suas entranhas. Quando o ápice ocorre, podemos até não nos surpreender pelo que este nos entrega de pasmo ou surpresa, mas temos a intensa consciência de que o caminho, este sim, não parará de nos assombrar com sua fertilidade introspectiva.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Literatura e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s