Cormac McCarthy: A Estrada

cormacestrada

A Estrada, de Cormac McCarthy, é um romance que tem o privilégio raro de ter sido transposta com propriedade para as telas do cinema. Ainda que roteirista e diretor tenham seus méritos neste história, é McCarthy quem deve levar os louros. A ambientação é sintética em suas paisagens desoladas se desenrolando ao longo de uma estrada. A catástrofe que gerou tal ambiente é citada ao longo das páginas, mas apenas o suficiente para que o leitor a aceite como real e palpável. O que interessa, é a relação entre pai e filho; o restante é mistificação, engodo do romancista, cenário de panos e papéis. A própria evolução da trama pode ser enxergada como uma metáfora das etapas do envolvimento entre um homem e seu descendente, flagrada na evolução de uma dependência meio consentida para o abandono inevitável de uma carcaça que já não é mais habitada por uma alma. O fogo, o menino sabe, deve ser levado adiante. Se o filme se aproxima consistentemente das páginas, porque ler este livro? Pergunta boba. McCarthy domina seu ofício com maestria quase invisível aos olhos encantados por suas pérolas poéticas que pipocam a tempos incertos. Esta poesia desembocaria, caso o diretor ousasse forçá-la a entrar na tela, em frases de efeito, piegas e constrangedoras. No livro, este encanto reside em descrições rápidas e pinceladas em um único movimento. Como flores no deserto que é ambiente predileto das narrativas de McCarthy.

Anúncios

Sobre gilvas

Pedante e decadente, ao seu dispor.
Esse post foi publicado em Literatura e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s