Arquivo da tag: budismo

O Zen e a Arte de faxinar

Eu poderia estar marchando, mas estou faxinando meu apartamento.

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

A Incomunicabilidade

A incomunicabilidade sempre foi um dos temas marcantes no cinema francês que considero relevante. Aos pares, aos trios, ou em outras combinações, os personagens das epopéias cotidianas francesas demonstram que as palavras, ironicamente, não servem para o que se imagina, … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , , | 3 Comentários

A ironia dos extremos que se encontram

Pouco menos de um mês atrás ocorreu aquela polêmica toda sobre a Arezzo e sua nova coleção, que continha peças feitas com peles de animais. Foi uma ocasião curiosa. Uma vez que uma grande fatia da população conectada à internet … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , | 6 Comentários

Dicotomia

Jiddu Krishnamurti é um cara especial. Ele mora na minha prateleira, junto com outros caras que escreveram coisas que eu gostaria de ter escrito. É um tanto estranho, porque Krishnamurti pode ser, à primeira vista, confundido com algum guru convertido … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , , , , , , , , | 7 Comentários

O Paradoxo Jobs

Escrevi, ainda nesta semana, sobre Steve Jobs, curiosa cria do sistema de marcas atual, que provoca uma incômoda sensação de paradoxo tanto em seus detratores quanto em seu rebanho de fiéis seguidores. Jobs conseguiu erigir mais do que uma marca, … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dois Livros Distintos

Você simpatiza com o budismo sem aquelas frescuras místicas dos tibetanos, sem aquele ranço de auto-ajuda do Dalai Lama, ou sem aquelas mandraquices nojentas do Osho? Então tu precisas passear teus olhos sobre The Seventh World of Chan Buddhism. Sem … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Such Reveries

Such Reveries sempre foi uma paixão para mim. Ela soa como a quintessência da composição de Duncan Sheik, ainda mais em meio ao pop mais direto de Daylight. Apesar da seqüência típica de acordes dó com nona, sol, Dsus2, que … Continuar lendo

Publicado em Música | Marcado com , , , | Deixe um comentário