Arquivo do mês: julho 2004

Ficção No. 16

Cenas de um pretérito perfeito quebrado entre poltronas anônimas de um teatro.

Publicado em Ficções | Marcado com , , | 1 Comentário

Dilacerado

Oscar Wilde escreveu um ensaio chamado “A Decadência da Mentira”. À primeira vista, pode parecer tratar-se de um libelo moralista a respeito da recuperação da sinceridade, mas as primeiras linhas já revelam um extrato das idéias de Wilde sobre a proliferação … Continuar lendo

Publicado em Teatro | Marcado com , , | Deixe um comentário

Alegria

Minha missão para hoje era depositar uma certa quantia de dinheiro na conta da minha mãe. Uma simples missão, daquelas que se executa mascando chiclete, se não fosse um detalhe escabroso.  O detalhe se chama “BESC”. A tragédia começa na maquineta de … Continuar lendo

Publicado em Mau Humor | 2 Comentários

Dois Filmes e Uma Peça

  Medéia é uma hipérbole de uma percepção do sexo feminino em um enfoque bem específico; coisa de teatro grego, dado a hipérboles. A montagem que assisti na quinta feira passada foi bastante interessante, com boas atuações, e uma montagem com … Continuar lendo

Publicado em Cinema Europeu, Cinema Gringo, Mau Humor, Teatro | 1 Comentário

Wolfgang Petersen: Tróia

Épico? Épica é a fila do cinema do CIC para ver Tróia na terça-feira de meia entrada.

Publicado em Cinema Gringo, Mau Humor | Marcado com , , , , , | 2 Comentários

Benjamim

Começo a pensar que estou compensando meus problemas emocionais com guloseimas, ou talvez seja apenas uma fase de grandes apelos circunstanciais.

Publicado em Cinema Mercosul, Gastronomia | Marcado com , , , , , , , , | 1 Comentário

Seqüela

Dez horas, saio do treino. Na rua, está frio pacas, e o vento convida a um idílico repouso em minha caminha fedorenta. Entretanto, nenhum prenúncio ou augúrio pode segurar um jerico quando ele tem idéias. E eu invoquei de ir … Continuar lendo

Publicado em On The Road | 1 Comentário