Arquivo da tag: william faulkner

Vitor Ramil: Satolep

Minha companheira de anos, ao ver a primorosa edição que a Cosac Naify dedicou ao último romance de Vitor Ramil, e baseada no testemunho de pessoas próximas que conhecem Pelotas, confessou estar imaginando o que poderia se escrever de atraente … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

As palmeiras daqui

Um senso de surrealidade me atinge quando passo diante do Centro Integrado de Cultura. Não falo das eternas reformas do local, não me presto a polêmicas baratas e conclusões óbvias. Falo das palmeiras, não as selvagens palmeiras de Faulkner, mas … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

William Faulkner: A Mansão

Ao fechar a trilogia da família Snopes com A Mansão, William Faulkner fecha um longo ciclo em sua própria obra. O período de tempo abrangido por este volume é de quase quatro décadas, e Faulkner exercita diversas facetas aqui. Alguns … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , | 12 Comentários

William Faulkner: Os Invencidos

Os Invencidos é um Faulkner menor. “Um Faulkner menor.”: sempre quis escrever isso, soa tão bem. Já tive a oportunidade no passado, mas deixei escapar. Felizmente, Os Invencidos me permitiu a possibilidade novamente. É um Faulkner; estão lá o sul … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

William Faulkner: Palmeiras Selvagens

Os dias de New Orleans não deviam ser muito diferentes dos que assolam Florianópolis. O suor devia ser uma realidade inescapável, uma certeza que ninguém efetivamente queria ter. Exatamente como aqui onde eu me sento para escrever mais um capítulo … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , | 3 Comentários

Hirokazu Koreeda: Dare Mo Shiranai

Floripa hoje resolveu anoitecer dissonante. Executando notas perdidas diante da janela, percebo isso, dado que tanto a névoa sobre as casas quer acompanhar as notas de sonoridade difícil que parecem, por assim dizer, afinadas. As folhas da amendoeira cresceram como … Continuar lendo

Publicado em Cinema Oriental, Natureza | Marcado com , , , , , , , , , | 4 Comentários

Dois Livros Distintos

Você simpatiza com o budismo sem aquelas frescuras místicas dos tibetanos, sem aquele ranço de auto-ajuda do Dalai Lama, ou sem aquelas mandraquices nojentas do Osho? Então tu precisas passear teus olhos sobre The Seventh World of Chan Buddhism. Sem … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário