Arquivo do mês: outubro 2009

Arthur C. Clarke and Gentry Lee: The Garden Of Rama

Clarke, a despeito da notável pilha de títulos, não exercita uma prosa especialmente atraente. A descrição de seus personagens é direta e seca, subtraindo-lhes a graça que um criador melhor versado em letras poderia proporcionar. A imaginação do homem compensa … Continuar lendo

Publicado em Literatura | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

A Vergonha Alheia

Sofro de constrangimento alheio, ou seja, fico envergonhado quando alguma pessoa paga algum mico. Mesmo que eu não conheça a pessoa. Mesmo que ela própria não se sinta envergonhada. No caso dos modelos das propagandas de uma certa fábrica de … Continuar lendo

Publicado em Bobagens | Marcado com , , , , , , | 9 Comentários

A Improvável Arte de Empurrar

Cena: Toca o telefone, eu atendo, o sujeito se identifica, e diz que quer falar com o Senhor Gilvan Tessari, assim, em letras maiúsculas. Pode ser uma moça também. Assim como o gênero, o sotaque também muda, ao sabor dos … Continuar lendo

Publicado em Mau Humor | Marcado com , , , , , | 6 Comentários

Capitalismo ptIV: Produção Cultural

Por baixo das banalidades da existência humana, devem existir ondas, como as de um profundo e violento mar subterrâneo. Estas vagas diluvianas explicariam porque certos assuntos voltam a nos assombrar com tamanha persistência, de tempos em tempos. O assunto que … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Ane Brun: Spending Time With Morgan

Ane Brun entrou para a minha calçada particular da fama por suas contribuições inequívocas e profundamente relevantes na descrição do estado do apreciador de cançonetas populares quando este se depara com uma iguaria ainda em processo de assimilação. Esta primeira … Continuar lendo

Publicado em Música | Marcado com , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Pele Impressa

Martin Rossiter cantava, na primeira canção do segundo álbum do Gene, algo como a whole life led/with every minute spent/trying to feel things/no one has ever felt. Ou algo assim. Pode soar como a confissão de um adicto de drogas … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de Boteco | Marcado com , , , , , , , , , , | 5 Comentários

Peter Docter: Up

Tive poucas experiências em cinema com recurso 3D. Especificamente, foram duas. A primeira se deu com a terceira parte de Era do Gelo, onde a franquia mostra que está perdendo fôlego: as repetidas citações e as repetitivas correrias, sem falar … Continuar lendo

Publicado em Cinema Gringo | Marcado com , , , , , , , , , , | 3 Comentários