Arquivo do mês: novembro 2003

Ficção No. 3

Mariana tinha uma cadela chamada Pepita. O animal havia chegado quando Mariana ainda ruminava a cartilha de Ivos e uvas, e fora entregue por um rapaz vestido de branco, que havia chegado em um carro branco, e tinha dois brincos … Continuar lendo

Publicado em Ficções | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Ficção No. 2

Descascou os tomates fitando a imensidão relativa do aço inoxidável diante de si. Usou os truques de sua mãe na cebola, e, como sempre, sua mãe estava certa. Certa como quando, à meia luz da salinha de costura, confidenciou-lhe a … Continuar lendo

Publicado em Ficções | Marcado com , , | 1 Comentário

Moacyr Góes: Maria, Mãe do Filho de Deus

Existem aquelas missões que uma pessoa impõe a si mesma, muitas vezes para testar seus limites de tolerância ao mau gosto. Eu quase ia escapando deste filme, até que o CIC coloca-o em uma segunda semana de exibição, tornando-o inevitável. … Continuar lendo

Publicado em Cinema Mercosul | Marcado com , , , , , , | 4 Comentários

Ficção No. 1

Acordou com a estranha vontade de fazer tudo errado. Quis esquecer seus princípios, casar com uma mulher que lhe fosse incompatível nas idéias, fazer amor com ela pensando em alguma atriz platinada, trocar seus amigos por um analista de preço … Continuar lendo

Publicado em Ficções | Marcado com , , , | 4 Comentários

Pontos

Terminei, na sexta, a leitura de “Os Meios de Comunicação como Extensões do Homem”.

Publicado em Cinema Mercosul, Literatura | Marcado com , , , , , , , , | 1 Comentário

Claudio Assis: Amarelo Manga

Atenção, este texto contém referências hiperbólicas e deslumbradas. Convém que os espíritos de crítica aguda evitem-no. Fui assistir Amarelo Manga amparado pelo mau agouro da Bravo, que detonou cruelmente o filme em suas páginas. Para completar, nada como assistir um … Continuar lendo

Publicado em Cinema Mercosul | 2 Comentários

Umas coisas bobas

Fico divagando entre os terminais, com olhares perdidos as chances perdidas, de como um minuto poderia me colocar em outra fila, e esta outra fila me levasse a outra vida, como se o livre arbítrio fosse apenas um complemento para … Continuar lendo

Publicado em Bobagens | Marcado com , , , | 2 Comentários